Castelo da Calma



No castelo da calma

Reside a alma

Alimenta-se o perdão

Com ritmo

Com graça

Com suavidade


Para entrar nesse castelo

Não é preciso porta

Mas é preciso

Permissão

E decisão.


De confiar

De aceitar

De abrir mão

De não saber e entender

De não controlar a vida


O castelo da calma

Nem sempre é quieto

E silencioso.

As vezes tem muito barulho,

Tem muitos afazeres,

E bastante confusão.


Mas se me lembro

Desse castelo

Dentro de mim

Sei que tudo se ajeita.

Numa harmonia

Sem fim.


Porque esse castelo

É o reino da calma

Onde mora a paz

E habita o amor.

A nobreza divina

Em mim.


Escrita por Janete Ferreira

17/06/2021


⁣⁣Inspirada em

📗Paramahansa Yogananda,

no livro

*A Eterna Busca do Homem* ✨

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo