Na Jornada



Na jornada

De volta

A casa do Pai

Encontro o amor

E ele me guia


Retorno

Com ele

Navegando

Por rios

Córregos e lagos

De sentimentos

Profundos

E represados


E com ele

Embarco.

E descubro.

E vislumbro.

O que preciso

Saber e fazer.


Com ele

Vou despindo

Minhas roupas.

E esvasiando

Minhas bolsas,

Entrego

O meu carro.


E leve e serena

Escrevo

Dançantes poemas

Sobre a jornada

Do amor.


Na embarcação

Encontro

Pessoas diversas

Situações complexas

Aprendizados

Necessários

Porque são partes

De mim mesma


Em sua

Guiança

E companhia

Eu me curo

Porque me adivinho

E me admiro

Por inteira


Pois

O amor

Que tudo abarca

Não conhece

Conflito.


Escrita por Janete Ferreira

18/08/2021

❣️🌱🙏

36 visualizações1 comentário