Prece Perpassa




A cada segundo

O meu dilema,

O que destruir,

Ou preservar

De tantas coisas,

Do meu passado.


Não há presente

Sem passado.

Mas não há

Futuro,

Se o presente

Não for passado.


Um eterno passado

Onde tudo

É preservado

Não me permite

Viver e criar.


Um passado

Esquecido

Morto e enterrado

Também não.


Porque

O meu presente,

Se bem vivido,

Perpassa.

O meu passado.


E nele

Enfim, reconheço,

As verdades,

As cores,

As dores.


E dele,

Ao fim, mereço,

Preservar

O que foi.

Restaurar

O que não foi.


Porque,

Preservar,

Descartar,

Ou restaurar,

É a minha escolha.


E já é,

Por si só,

O processo

De transformação.


Escrita por Janete Ferreira

26/01/2022

🙏❤️🌱

39 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo