Quando Temo




Quando Temo,

O que temo

Não sei,

Não conheço,

Não visito,

Porque evito.


O que temo é

Ver de perto,

Desvendar,

Aproximar.

Enxergar

O medo de trás.


Ao chegar perto

Posso me ver

Refletida,

Desnuda,

Vulnerável,

E encarar,

O medo de frente.


E se sustento,

E permaneço,

Ainda que pouco

Nesse lugar,

Deixo o medo de lado.


Porque é o medo,

Nada real,

E assustador,

Que evita.

O sentimento

De estar.


Estar de fato,

Verdadeira,

Inteira,

Comigo mesma,

Por todos os lados.


Escrita por Janete Ferreira

08/11/21

🙏🌱❤️

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo